Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Antissocial

eu até gosto de pessoas, só não gosto daquelas que se ofendem por qualquer coisa. @antissocialblog

o Antissocial

eu até gosto de pessoas, só não gosto daquelas que se ofendem por qualquer coisa. @antissocialblog

Virgens ofendidas

Novembro 12, 2018

al3x

Aquela deputada do PSD, supostamente acusada de falsear a presença do seu colega, teve uma afirmação que me deixou a matutar durante todo o fim de semana.

 

“Agora são todos umas virgens ofendidas numa terra onde não há virgens”,

 

Revela algo mais grave do que marcar uma presença. Revela também uma forma de estar de quem nos devia representar, de um estado e de uma nação.

Estamos preocupados com o ruído que esta afirmação nos trás, dos colegas que a marginalizaram, mas esquecem-se que os verdadeiros culpados desta “festa” somos nós.

Nós que continuamos cada vez mais a desresponsabilizarmos-nos das nossas escolhas. Votamos durante anos a fios nesta gente que procura com a melhor das intenções, poder, dinheiro e subvenções.

Por isso mesmo, tenho pena da falta de coragem. Um governo deve criar transparência e mecanismos para combater este absentismo, entre outros indicadores de performance, que são aplicados em muitos locais privados. O ordenado de um deputado, devia ser pago conforme as suas presenças e o acesso às regalias, devia ser entregue conforme os objetivos traçados, sejam eles presenças, votações, intervenções.

 

Mas a orgia já é tão comum, que quem participa nela ainda pensa que sai de lá virgem!

 

A solução passa por criar transparência, precisávamos de um parlamento leaks para criar burburinho na opinião pública. E talvez assim, um governo encurralado, teria de  lutar por fazer a diferença e não perder votos.

Mas é importante perceberem, que acredito no sistema e na forma como foi montado. Não acredito é nas regalias de quem nos representa, como reformas antecipadas, subvenções, custos de deslocações entre tantas outras benesses de quem escuta primeiro o dinheiro.

Talvez a descentralização resolvesse isto, mas honestamente não acredito, porque acho que iria criar mini cópias dos parlamentos. A vacina está nos ordenados e regalias, cortem-se as regalias e as pessoas que nos representam passam a ser aquelas que estão lá pelo povo e não pelo dinheiro.

 

Para terminar, recomendo a segunda temporada de Sinner.

9 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D