Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Antissocial

eu até gosto de pessoas, só não gosto daquelas que se ofendem por qualquer coisa. @antissocialblog

o Antissocial

eu até gosto de pessoas, só não gosto daquelas que se ofendem por qualquer coisa. @antissocialblog

Fight club das vendas em segunda mão

Novembro 22, 2018

al3x

Quem compra e vende na Internet, nos sites mais famosos do momento, sabe que existe um código de conduta ao estilo do fight club. E como a primeira regra é não falar das regras. Este código deontológico que une comprador e vendedor, vai-se propagando silenciosamente, mais rápido que os papeis nos limpa-brisas do professor Karambo.

Eu lamento expor assim este código e sabendo de antemão que posso sofrer duras consequências por parte da sociedade, mas a verdade é que as regras são simples:

  1. O vendedor assume ter o melhor artigo do mundo, mesmo que tenha mais marcas de uso do que um carro envolvido num violento acidente.
  2. O comprador assume que é a coisa mais nojenta que já comprou na vida e que até ajuda o vendedor a desfazer-se daquele empecilho, para libertar espaço, como um bom samaritano.

Mas mais interessante do que isso, é a forma como alguns anúncios estão feitos:

  1. O carro foi sempre bem estimado e se possível para dar credibilidade, só fez km na auto estrada. E a garantia faz sempre aumentar o valor final. Sabes que é um stand a vender carros , quando dizem que o carro pertenceu a uma enfermeira ou professora. Caso seja de uma professora, evito ver o carro, porque sabemos o faroeste que são algumas escolas. Por norma o valor sentimental do carro, vale o triplo do valor comercial e o vendedor espera que o comprador leve também a bagagem de sentimentos e emoções daquele carro.
  2. O telemóvel foi sempre usado com película, protegido a mil capas e usou uma daquelas luvas de médico para mexer no telemóvel, nunca caiu no chão e sabe-se lá mais o quê.
  3. Sapatos usados apenas algumas vezes. Porra, quem compra sapatos usados?
  4. Móveis de sala de 1987, valem o dobro agora, porque apesar do design ter mudado, sabemos que algumas madeiras ficam mais caras com a idade
  5. A quantidade de pessoas a dar cães com alguma idade é assustadora, mas mais assustador é a quantidade de pessoas a vender cães quando os canis estão cheios.
  6. Os gajos que compram material da china por 3 euros e vendem 10x mais caro. Sem "galantia".
  7. E muitos mais, que agora não me lembro.

Mas as interações são fantásticas!

  1. Troco esse equipamento por outro bem mais barato comercialmente, mas sou bom samaritano
  2. Só vendes merda! Ofereço 3x menos o preço que pedes. (isto aconteceu-me)
  3. Queria que fizesse um desconto, mas têm de fazer 100kms para me vir trazer o artigo.

Resumindo e concluindo, para a semana sai um episódio do podcast com uma análise mais detalhada sobre este tema!

Ajudem-me e contem-me as vossas experiências com os sites de venda em segunda mão.

Abraço

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D